Não Conte a Ninguém (No Se lo Digas a Nadie, 1998)

Não Conte a Ninguém

É fácil notar que um autor projeta em suas obras sua visão pessoal. Quando se trata de filme pode haver discrepância ou acentuação por parte do roteirista e diretor, se forem pessoas diferentes. Trata-se de idiossincrasia. Não Conte a Ninguém narra a trajetória pessoal de um filho da mais acomodada burguesia de Lima, Peru. O personagem Joaquín Camino, interpretado por Santiago Magill, descobre – em um contexto familiar no qual o machismo mais brutal e o preconceito de classe coexistem com a falsidade – sua própria identidade homoerótica. Isso poderia ser banal não fosse o caso de isso levá-lo à espiral do vício nas drogas e à beira da prostituição.

Filmes que abordam a comunidade GLBT não é novidade pra ninguém, vez ou outra aparece um em cartaz nos cinemas, como é caso dos mais recentes Brüno (2009) e I Love You Phillip Morris (2009), este último ainda inédito no Brasil. Mas tratar desse tema a dez anos atrás e ainda em um país conservador como o Peru é novidade e um desafio. Para alguns o filme é por demais deturpador associando a imagem dos homossexuais às drogas, criminalidade e prostituição, porém se refletirmos bem, veremos que este é um caso verossímil e que há sim pessoas que encaram dessa forma e tomam rumos parecidos, é tudo uma questão social da aceitação de algo que está naturalmente intrincado na sociedade desde seus primórdios.

O longa de 120 minutos conta ainda em seu elenco com a participação dos pouco conhecidos Christian Meier, Lucía Jiménez e Giovanni Ciccia. No roteiro temos Giovanna Pollarolo, inspirado na novela de Jaime Bayly, e por fim a direção de Francisco J. Lombardi. Depois de vermos a mão de três pessoas envolvidas com o desenrolar do roteiro, fica difícil dizer que tudo é opinião de uma única pessoa, é um conjunto de visões que retrata à sua maneira um tema tão corriqueiro.

Além desse Santiago Magill atuou também em outro longa com a mesma temática, trata-se de I Love You baby (2001), onde interpreta o par romântico de um dos protagonista. Não Conte a Ninguém é um drama comovente e audacioso que mostra como o medo (seja ele social ou de qualquer origem) suprime identidades. É por ter esse caráter reflexivo que o filme foi escolhido para ser exibido na programação da 4ª Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul.

Trailer:

Anúncios

2 comentários

  1. Lindo seu Blog! =D
    Meus olhos se enchem com tanta beleza, organização e criatividade!
    Meus parabéns!!!

    É ótimo encontrar na internet blogs como o seu.

    Curtir

    • Henrique, Muito obrigado pela visita e pelo comentário!
      Que bom que gostou, me sinto muito feliz por isso, são comentários como os seus que me motivam a escrever mais pra esse blog.

      Abraços, e volte sempre.

      Curtir

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s