Garota Infernal (Jennifer’s Body, 2009)

Todos sabem que não há um fator específico de repercussão de filmes. Às vezes ele faz sucesso pelo diretor, atores, roteiro enfim, é um ou outro ou todos juntos. Outros inexplicavelmente atingem uma grande aceitação do público que o assiste. Talvez esse não seja o caso de Garota Infernal, mas chega perto. Os comentários de quem o assistem na maioria das vezes são animadores, mas quando se assiste de fato chega-se a conclusão de que o filme não é “essa Coca-cola toda”.

Trata-se de um thriller com certo suspense e uma boa dose de comédia. O filme é dirigido por Karyn Kusama e o roteiro tem assinatura de Diablo Cody (vencedora do Oscar de melhor roteiro original por Juno). No elenco temos a idolatrada por sua beleza americana, Megan Fox que não há muito tempo contracenou com Shia LaBeouf em Transformers. Novamente há que se comentar a mudança brusca no sentido do nome original para o título recebido aqui no Brasil, certo de que o título brasileiro é bem mais chamativo, no entanto um ou outro se encaixam bem no que vemos no filme.

O filme começa com cenas do final que não modificam nem afeta em nada o entendimento do restante da história. Em seguida somos transportados ao início onde temos as amigas Jennifer e Needy (Amanda Seyfried) que ao irem assistir um show da banda Low Shoulder, são pegas de surpresa por um incêndio. Quando Jennifer resolve sair com os garotos da banda, sua vida se modifica e eis que surge a tal garota infernal, resultante de um sacrifício de um ritual satânico mal sucedido. Jennifer passa a ter fome de humanos e começa a atacar garotos para se satisfazer. Mas para isso terá de enfrentar a amizade de Needy, que enlouquece ao saber que Jennifer está afim de comer (literalmente) seu namorado, Chip (Johnny Simmons).

As atuações do filme não são das melhores e a maioria dos atores nem são tão bons assim. Os efeitos especiais e visuais são bem fraquinhos também e se assemelham aos utilizados em séries de TV, que dispõe de pouco orçamento para esses recursos. Um exemplo nítido é o liquido preto (bem artificial) que Jennifer vomita na cozinha de Needy após o ritual. A fotografia do filme é bonita, e parte dela se deve a beleza escultural de Megan.

O maior destaque do filme é a trilha sonora que ele recebeu, e que acabou tornando o tão pop. A trilha é composta por músicas pop e Indie rock, com direito até a música exclusiva da banda Indie, que a um bom tempo não lançava nada e que ano passado resolve se dividir, Panic At The Disco com a música New Perspective, que resultou em um videoclipe com cenas do filme.

Em suma é um filme legal, que pode agradar a muita gente, mas não é nem de longe o melhor filme do gênero do ano de 2009. Se a história é boa, os recursos para contá-la não foram bem aproveitados. Mas fica a dica para os que curtem filmes com trilha sonora pop com bandas novas no cenário musical.

Trilha Sonora – Faixas:
1. Florence and the Machine – Kiss With a Fist
2. Panic At the Disco – New Perspective
3. Hayley Williams – Teenagers
4. Little Boots – New In Town
5. Dashboard Confessional – Finishing School
6. Low Shoulder – Through The Trees
7. Cute Is What We Aim For – Time
8. Screeching Weasel – I Can See Clearly
9. Cobra Starship – Chew Me Up
10. All Time Low – Toxic Valentine
11. Black Kids – I’m Not Gonna Teach Your Boyfriend
12. White Lies – Death
13. The Sword – Celestial Crown
14. Silversun Pickups – Little Lover’s So Polite
15. Lissy Trullie – Ready For The Floor

Anúncios

5 comentários

  1. Estou maravilhosamente surpreso! Ao me deparar com o novo cool, não esperava me deparar com um universo mais pop! Criticas como Avatar e Garota Infernal me cativaram ao extremo! Eu adoro esse filme, mesmo tendo os defeitos notaveis… Axo a atuaçao da Amanda perfeita, alias a única realmente de destaque no filme. Acredito que o problema de Jennifer’s Body (me recuso a chama-lo de garota infernal, afinal onde esta o duplo sentido do titulo original?) seja o fato de estar perdido entre comedia adolescente e terror trash. Mas sou incrivelmente fã da Diablo Cody desde JUNO e para mim as falas e todo o seu universo pop se destacam sempre!
    Bem, é isso… Entrarei novamente diariamente aqui no cool e espero que você continue abordando mais temas pop, sempre com sua otima visao critica de tudo…

    Abraços

    Gustavo

    Curtir

    • Pois é Guh, fazia um tempinho que vc não comentava aqui!
      Que bom que gostou do layout novo e das abordagens pop, eu também gostei da Diablo, ainda tenho que ver Juno, em breve ele estará aqui! Sem contar que foi um dica sua!

      Obrigado pelo comentário e continue visitando o blog!

      Abraços

      Curtir

  2. Olha eu amo o filme garota infernal. É claro que não é ” td isso” mas a história é boa . (na minha opniao) . Bjs

    Curtir

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s