Em Busca da Vera Cruz

Livros históricos são excelentes fontes de conhecimento, que juntamente com a ficção nos permitem viajar na História e conhecer tempos remotos que na escola parecem ser assuntos bem chatos. Mas aqui me refiro àqueles livros com fatos históricos verídicos, pois muitas vezes temos que discernir o que é fato e o que é ficção, e aqui surge outro ponto positivo, pois somos incitados a pensar. É assim que funciona este livro de F. Fernandes, Em Busca da Vera Cruz (2008), que usa a época das cruzadas para nos contar uma bela história e pouco mais sobre a Ordem dos Templários, que vez ou outra é alvo de um romance histórico ou policial, muitas vezes polêmicos, como por exemplo, o livro O Último Templário de Raymond Khoury.

O protagonista desta saga em volume único é Elísio de Lamengo, um jovem nascido predestinadamente para a igreja e o serviço cristão. Termina por se tornar um Templário que recebe a missão de recuperar a Vera Cruz na Terra Santa, um objeto milagroso desejado por muitos povos e causador de discórdias e guerras. É possível dividir o livro em basicamente três momentos importantes. De início somos situados historicamente com os fatos que antecederam e levaram à atual situação em que se passa a história. Em seguida temos a apresentação de Elísio e sua iniciação na Ordem. Depois temos a missão em si, onde Elísio conhece seus amigos (Edward de York e Yusuf ibn Rashid)  e inimigos (Ricardo Coração-de-Leão e Saladino), enfrenta perigos, desafios e autoridades, e conhece também o amor de uma mulher.

A maior parte da narrativa se passa durante a Terceira Cruzada. Nessa versão da história contada por F. Fernandes, pouco após as batalhas de conquista das últimas cidades mouras de Portugal, os Templários perdem seu bem mais precioso para as mãos de Saladino, um dos mais famosos heróis muçulmanos. Mas aqui também é colocada em questão as desavenças entre outras Ordens, mas principalmente entre Templários e Hospitalários, que apesar de ambas serem cristãs tinham mais discórdia do que concordância.

Muito além de uma bela narrativa, o autor põe em questão assuntos pertinentes que ainda hoje movem divergências sociais, principalmente através de preconceitos. Através de Elísio vemos que independente da religião a que se é fiel, é possível construir um relacionamento amistoso com pessoas diferentes. A religião do outro não determina seu caráter, é isso que Elísio aprende e tenta nos ensinar. Sob o ponto de vista de que cristãos e muçulmanos têm muito mais em comum do que diferenças é possível também discutir o que ainda falta para uma total conciliação. Porém não é esse meu objetivo aqui. Voltando à narrativa, Elísio ainda se ver diante de um problema ainda maior. Ele começa a desenvolver um sentimento amoroso muito forte pela irmã de Saladino, Samira. Um amor proibido que tende a abalar a fé de ambos.

Para compor tantos detalhes históricos e culturais presentes em Em Busca da Vera Cruz (All Print, 192 pág.), o autor usou de seus mais de dez anos de estudos sobre esses cavaleiros medievais. O que esse livro tem de inovação em relação ao assunto é que ao contrário de muitos romances sobre os Templários ingleses e franceses, esse livro trata dos cavaleiros de Portugal. Mais uma vez um autor nacional demonstra seu talento para um assunto visto basicamente de domínio de estrangeiros, e por isso o livro é mais que recomendado. Mas não apenas por isso, também pela excelente escrita de estréia do autor.

Anúncios

2 comentários

  1. Como citado inicialmente no texto, conhecer a História na escola é muito chato. Mas é bom saber que temos bons livros que tratam de assuntos interessantes e que essa leitura nao é cansativa.
    Inicialmente nao me interessei pelo livro por esse fato, mas apos essas belas palavras do Ademar eu lerei sim… sem dúvidas!
    =D

    Curtir

  2. cara gostei muito da resenha. é realmente muito interessante ;e digo mais vou passar a ler seu blog constantemente para me informar acerca dos filmes e livros que gostar!!PARABENS!!!!

    Curtir

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s