O Castelo Animado

Antes de J. K. Rowling pensar em escrever livros de fantasia potteriana, Diana Wynne Jones já escrevia suas histórias em um estilo bem parecido com o de Rowling. O Castelo Animado (Howl’s Moving Castle, 1986) não é seu primeiro livro nem sua obra mais conhecida, mas foi uma das poucas que chegou aqui no Brasil. A autora escreveu mais de 40 livros, porém apenas sete deles foram publicados por aqui. A vinda desse livro em questão – que faz parte de uma série – talvez tenha chegado por aqui pelo fato de ter sido adaptado para o cinema pelo excelente e aclamado diretor japonês Hayao Miyazaki. O que ainda falta para os demais chegarem por aqui não se sabe, mas os poucos que já vieram superam expectativas.

Primeiramente, como já foi dito, este é o primeiro volume de uma trilogia com histórias independentes, que levam em comum apenas os mesmos personagens. O segundo volume também já foi publicado por aqui, com o título de O Castelo no Ar, já o terceiro não tem data prevista para chegar ao Brasil e permanece ainda com seu título em inglês, House of Many Ways. A maioria das pessoas conhece a história de O Castelo Animado (Record, 322 pág.) apenas por causa do filme (que por sinal modifica muito do original) e nem imaginam que a bela e colorida versão de Miyazaki partiu desse livro, também maravilhoso. Aqui acompanhamos a primeira aventura de Sophie, Howl e Calcifer, mas nem tudo começa assim, voltemos ao princípio.

Sophie é a mais velha de três irmãs (e isso é mau sinal), mora nas terras de Ingary, quando certo dia enquanto trabalhava na chapelaria de sua família, aparece a Bruxa das Terras Desoladas e joga uma maldição sobre ela, transformando-a em uma velha de 90 anos. Sem ser reconhecida por suas irmãs ela parte mundo a afora em busca de um sentido para seu “fim” de vida. Com a ajuda de seres mágicos e uma ponta do destino ela se depara com o castelo animado do Mago Howl, que tem a fama de devorar o coração de donzelas. Lá ela conhece Calcifer, um demônio do fogo com quem faz certa parceria, e Michael, o aprendiz do mago. Calficer também está sob maldição, na verdade um pacto que o prende ao castelo e dá vida (movimento) a ele.

Howl tem uma personalidade estranha, é vaidoso e prepotente, faz o que quer e o que der na telha, chega a ser negligente em alguns momentos, e pouca atenção dá a Sophie, permitindo que ela habite seu castelo. O castelo é uma particularidade e eu diria ser o personagem principal. Aparentemente é enorme, mas é formado apenas de uma sala, um banheiro e o quarto do mago. Em sua sala há uma porta com uma maçaneta mágica com quatro cores que dá para quatro dimensões diferentes: Azul para Porthaven, um pequeno vilarejo; Verde para as terras de Ingary, de onde veio Sophie; Vermelho para o reino de Kingsbury e Preto para o lugar secreto de onde veio o mago, chamado Gales, onde pode ser uma referência ao País de Gales, seria assim a dimensão real, e aqui Diana Wynne Jones insere o que foi usado antes por C. S. Lewis e em seguida por J. K. Rowling, uma porta entre a realidade e a fantasia.

Disso surgem muitos mistérios e novos personagens. Uma luta contra a Bruxa das Terras Desoladas, e Sophie contra sua maldição, sem mencionar que ela não pode revelar a ninguém que está sob feitiço (faz parte da maldição). Assim, surge também uma alegoria de aceitação. Gostar das pessoas não importando a aparência é um dos temas discutidos. O importante para Diana é o que há no interior, embora Sophie pareça velha é ainda uma jovem cheia de vida. Essa alegoria de expande para outros personagens (Como o mago Suliman). É também trabalhada nesse livro a questão da mudança pessoal, como é no caso do próprio Mago Howl, que tem sua personalidade modificada em prol de aceitar os outros. Assim surgem diversos pormenores entrelaçados pela magia do livro, que por si só já é mágico, nos encantando a cada nova página.

Diana chegou a ser aluna de C. S Lewis e Tolkien e pode ter sido daí que surgiu seu apreço por esse tipo de fantasia. Como dito aqui no Brasil ela é conhecida apenas por esta série e pela série (de cinco livros) Os Mundos de Crestomanci. Quem não conhece a obra da autora e é fã desse gênero pode encontrar um prato cheio em seus livros e lutar para que seus outros livros cheguem logo em terras brasileiras. Hoje Diana está com 76 anos e passou por uma cirurgia para retirada de um tumor de pulmão ano passado. Diana conseguiu se destacar um pouco na época da febre Harry Potter, mas merecia mais, o que resta é esperar seu reconhecimento e o surgimento de fãs próprios, que mesmo influenciados por outros autores mais recentes, reconheçam a magia encantadora dessa inglesa conhecida por poucos.

OBS: Aproveitando o lançamento do novo filme de Hayao Miyazaki no Brasil, Ponyo – Uma Amizade que Veio do Mar (2008), estou escrevendo uma matéria comparativa entre o livro (O Castelo Animado) de Diana Wynne Jones e o filme homônimo de Miyazaki para a revista Neo Tokyo, da qual sou colaborador. Em breve sairá a matéria e eu aviso aqui no blog.

5 comentários

    • Olá querida!

      É sempre bom ver uma amiga portuguesa comentando por aqui.
      O livro é fantástico, vale muito a pena ler.
      Está agora entre os meus favoritos, virei fã de Diana Wynne Jones!

      Volte sempre!
      Beijos!

      Curtir

  1. Desde de que assisti ao filme “O castelo animado” tenho vontade de ler essa trilogia. Sou fã do gênero fantasia, quem gosta desse tipo de livro deveria ler o “Moribito: o guardião do espírito” também, que é muito bom. Infelizmente apenas o primeiro volume da saga foi lançado aqui no Brasil.
    Aliás, ótima resenha, parabéns!

    Curtir

    • Oi Karine,
      Eu fiquei sabendo dos livros da trilogia através do filme. Eu também adoro fantasia.
      Legal você falar em Moribito, na edição 93 da Revista Neo Tokyo vai sair um texto sobre essa série. Na 91 saiu nossa coluna sobre a trilogia do Castelo Animado, dá uma olhada depois.
      Obrigado por comentar.
      Beijos

      Curtir

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s