Um Amor para Recordar, de Nicholas Sparks

Em 2003, Nicholas Sparks, um autor até então pouco conhecido no Brasil entra pela porta da frente no nosso país, com o filme adaptado de sua obra, Um Amor Para Recordar (A Walk to Remember, 1999). Talvez essa seja a história mais conhecida e emocionante das que o autor escreveu, a prova disso é a quantidade de lágrimas já derramadas pelos telespectadores do filme, e agora mais recentemente do livro, que só veio chegar em nossas prateleiras (inexplicavelmente) 12 anos depois de sua publicação nos EUA. Nesse ínterim, entre a estréia do filme e o lançamento do livro por aqui, foram publicados outros títulos do autor, todos sempre cotados entre as listas de livros mais vendidos das mais importantes revistas e jornais do mundo, dando ao autor o título de best-seller.

Este livro narra a história de Landon (nome do filho do autor), um garoto rebelde, proveniente de uma família nobre, que teve o auge de sua adolescência (e rebeldia) vivido na década de 50. À época Landon não tinha muito com o que se preocupar, a não ser sua liberdade de curtir a vida adoidado, como manda o figurino do seu tempo. É quando então conhece Jamie, a filha do pastor batista local, uma garota a princípio sem cor, que só é conhecida por ser alvo de bullying escolar.

Jamie é um arquétipo comum de filha de pastor, que sempre pensa no bem de todos e vive de lá para cá com seu exemplar da Bíblia embaixo do braço. É na ocasião do baile de formatura que ambos se aproximam e se conhecem de verdade. A partir de então ambos vivem juntos todos os protocolos sociais de descoberta, alegria, perda e principalmente do amor. Com o tempo Landon descobre que Jamie guarda um segredo (que todos já devem conhecer por conta do filme), o que culmina com um dos finais mais trágicos e ainda assim mais romântico que eu já tenha lido, depois de Romeu e Julieta.

A obra de Sparks é marcada por um teor religioso e espiritualista, e é quase sempre situada em Carolina do Norte, cidade onde vive com sua família. Muitos fatos de seus romances, assim como alguns personagens, são inspirados em coisas do seu cotidiano e em situações já vividas pelo autor. Um Amor Para Recordar (Novo Conceito, 184 pág.) é um desses casos, já que foi escrito na mesma época em que o autor passou por um grave problema na família (com sua irmã mais nova), que também resultou num fim trágico. Em 2000, um ano após a publicação deste livro.

Ficha Técnica

Um Amor Para RecordarTítulo: Um Amor Para Recordar
Título original: A Walk To Remember
Autor(a): Nicholas Sparks
Tradução: Ivar Panazzolo Júnior
Editora: Novo Conceito
Edição: 2011 (1ª)
Ano da obra / Copyright: 1999
Páginas: 184
Sinopse: Quando tinha dezessete anos, a vida de Landon Carter mudou para sempre. Isso foi há quarenta anos, quando ele se viu diante de um impasse que pode ser catastrófico para um rapaz dessa idade: arrumar uma companhia para o baile de formatura. Landon já havia namorado uma garota, Angela, mas antes das férias daquele verão ela o havia trocado por um rapaz mais velho e com um carro mais bonito. Não que Landon não tivesse dinheiro. Era filho de um dos únicos políticos da pequena Beaufort, na Carolina do Norte, tinha uma bela casa, um carro e frequentava com os pais os melhores restaurantes da cidade. Mas naquele ano, não tinha mais nenhuma opção feminina para acompanhá-lo ao baile em honra aos ex-alunos da escola. Todas as mais bonitas já haviam sido convidadas e só lhe restavam as que usavam óculos de fundo de garrafa ou as de língua presa. A última esperança era encontrar alguém no álbum de retratos dos alunos da escola. Foi lá que encontrou Jamie Sullivan. Depois de resistir por quase uma hora, folheando o livro de trás para frente, Landon teve de dar o braço a torcer e aceitar que Jamie era sua opção mais razoável, a não ser que quisesse ficar servindo ponche e limpando as poças de vômito nos banheiros, que era o que os rapazes desacompanhados acabavam fazendo nos bailes.

Onde comprar:
Submarino | Saraiva | Cultura

Anúncios

14 comentários

    • Oi Carlos,
      Eu conheci essa história em 2008, quando assisti o filme! Eu era o único jovem da minha sala (e talvez da minha cidade) que ainda não tinha visto o filme, então fui lá e peguei o filme pra ver, e como todo mundo me emocionei!
      Agora com o lançamento do livro, digo que adorei a leitura e me emocionei novamente!

      Abraços!

      Curtir

    • Olá, Fulvyo

      Eu também achava que era a única pessoa que ainda não tinha visto o filme, isso há uns 3 anos atrás!
      Eu vi o filme antes de ler o livro, mas isso não atrapalhou em nada minha leitura! Ambas as versões são ótimas!

      Quando ler me avisa!
      Abraços

      Curtir

    • Mariana,
      Pois é, eu te confesso que também não sabia da existência do livro, e muito menos que era de autoria do Nicholas Sparks, até que a editora Novo Conceito o lançou esse ano!
      Como já tinha assistido o filme, me interessei bastante! Ainda mais porque o Nicholas faz muito sucesso e eu ainda não tinha lido nenhum livro dele, para mim foi ótimo começar por esse!

      Compre mesmo, você não vai se arrepender, a história é linda do mesmo jeito!
      Beijos!

      Curtir

  1. Assisti ao filme há muitooooo tempo e me lembro que gostei bastante. Nunca li nada do autor (ainda), mas tenho uma curiosidade imensa. Acho que não me identificaria muito com o aspecto religioso da coisa, mas confesso que geralmente gosto de finais tristes; às vezes aquele mundo cor-de-rosa onde tudo (absolutamente tudo!) dá certo no final me irrita um pouco.

    Bjo!
    escrevendoloucamente.blogspot.com

    Curtir

    • Aline, confesso que tinha também muita curiosidade de ler algo do Nicholas!
      Um Amor Para Recordar me surpreendeu, embora que já conhecesse a história pelo fato de ter assistido o filme antes! Eu, assim como você, não gosto de livro com temática religiosa, e por isso nunca me permiti ler A Cabana, mas o drama é realmente bom, então esse lado espiritualista não chega a atrapalhar muito!

      Beijo!

      Curtir

  2. Do Nicholas Sparks ja li “Querido John” e foi um dos poucos livros que me emocionaram de verdade, ele sabe escrever dramas como poucos conseguem, so não supera o Khaled Hosseini, na minha opinião.
    O filme Um Amor Para Recordar, marcou o inicio da minha adolescência, acho que eu era o único garoto da minha cidade que tinha assistido esse filme e gostado! Depois que descobri que era baseado em um livro do Nicholas Sparks fiquei doido pra ler, já está na minha lista de proximos a comprar!
    Abraços

    Curtir

    • Oi Alysson,
      Fico muito feliz de vê-lo deixando opinião por aqui.
      Essa foi minha primeira experiência com o Nicholas, mas eu pretendo ler outros [todos] livros dele. Quanto ao Khaled Hosseini eu não li nenhum ainda, embora já tenham insistido para eu ler A Cidade do Sol. Vou ver se resenho algo dele em breve. Eu só assisti o filme adaptado de O Caçador de Pipas que gostei muito!
      Abraços

      Curtir

  3. Vou terminar de ler o livro, mas tbm já vi o filme, e eu só não chorei, mas fiquei emocionado realmente.. Muito bom o livro e muito boa a resenha, valeu cara

    Curtir

    • Eduardo,
      Quando terminar me diz o que achou!
      Então você é mais um que gosta do Nicholas Sparks, né? hehehe
      Obrigado mais uma vez!
      Abraços

      Curtir

    • Oi Júnior,
      O livro é bem emocionante sim, mas eu confesso que me emocionei mais vendo o filme, por causa das imagens, que para mim às vezes tocam mais que as palavras.
      Abraços

      Curtir

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s