Garotas de Vidro, de Laurie Halse Anderson

Garotas de Vidro

Cacos de vidro voam para o meu coração porque Cassie está morta e gelada. Ela morreu no Motel Gateway e a culpa é minha.
Laurie Halse Anderson, Garotas de Vidro. pág 38 

Ao ler na sinopse que o livro se trata de uma garota que sofre com a morte da amiga, o leitor cria uma expectativa completamente diferente da que o livro realmente trata. “Garotas de Vidro” é um daqueles livros que você não consegue ler de uma vez, pois ele é muito denso e intenso para isso. Ele trata de um assunto delicado que, infelizmente, a maioria das pessoas não consegue reconhecer. Posso garantir que Laurie Halse Anderson foi competente no que se propôs. Realizou uma pesquisa completa sobre o tema e passou para o papel um assunto tabu de forma bastante realista. Confesso que o tema me incomodou bastante, mas foi gratificante entrar no mundo das garotas de vidro.

A autora, baseando-se em depoimentos de meninas que sofrem transtorno alimentar para a construção do romance ficcional, mostra muita veracidade na sua narrativa. Assim como na vida real, acompanhar o dia-a-dia das personagens é extremamente angustiante. Ver como as pessoas em volta olham o problema como “um capricho” é doloroso. A vontade que temos é de intervir a todo momento, tentando a todo custo ajudar a personagem, principalmente quando seus familiares tentam ajudá-la e ela consegue ‘burlar’ todo o cuidado que eles lhe dedicam.

O livro conta a história de Lia, que acaba de saber que Cassie, sua melhor amiga, foi encontrada morta em um quarto de Motel. Sozinha. E que, para tornar a morte mais dolorosa para Lia: Cassie ligou pra ela 33 vezes antes de morrer e Lia não atendeu a nenhuma das ligações. Elas sempre estiveram juntas: cresceram juntas, eram vizinhas e amigas inseparáveis; exceto no momento crucial para Cassie, sua morte.

O tema central do livro são os transtornos alimentares, onde os abordados são: anorexia associada a depressão (Lia) e a compulsão alimentar associada a bulimia nervosa (Cassie). Lia está o tempo todo contando as calorias do que come, já que o seu objetivo é sempre conseguir um peso cada vez menor. Isso nos mostra que a cabeça de uma pessoa com anorexia é um lugar bem sombrio, onde as pessoas que convivem com pessoas que têm esse problema também devem ter preparo para lhe dar com a problemática.

Quanto à morte da Cassie, o leitor se pega questionando o que realmente aconteceu no Motel. Mas a pergunta maior é: “Porque Cassie estaria sozinha e a Lia não atendeu aos seus chamados?”. Apenas um trabalhador do Motel, Elijah, poderá ter as respostas. A história, narrada em primeira pessoa, é um prato cheio para aqueles que desejam conhecer essas doenças. Mas pode ser um perigo para quem tem ou já teve algum tipo de transtorno alimentar. Não sou do tipo que faz restrição a leitura, mas este deve ser ponderado quanto a quem lê. Quem se interessar deve ter um psicológico bastante forte, pois não é uma leitura nada fácil.

Mas assim como tudo triste e ruim possui um lado bom, para se contrapor, o livro proporciona a Lia uma irmã carinhosa, doce e que, mesmo de forma indireta, a ajuda a superar um problema que vem sem “porquês”, sem causa lógica. É claro que como a história é contada em primeira pessoa, a Lia acaba mostrando a anorexia por uma óptica boa; por isso a recomendação para quem deseja ler. Mas de uma forma geral, esse é o tipo de livro necessário, aquele que coloca o “dedo na ferida”. Eu, como profissional de Nutrição confesso que foi uma experiência e tanto essa leitura.

Título / Título original: Garotas de Vidro / Wintergirls
Autor(a): Laurie Halse Anderson
Tradutor(a): Ana Paula Corradini
Editora: Novo Conceito
Edição: 2012 (1ª)
Ano da obra / Copyright: 2012
Páginas: 272

Onde comprar:
SubmarinoSaraiva | Cultura

—————————
by José Mailson
Twitter | Skoob | Facebook 

Anúncios

2 comentários

    • A história é fantástica. Muito bem construída. Você como nutricionista deveria ler! 😀
      Obrigado pelo comentário!

      Curtir

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s