Malícia, de Chris Wooding

Malícia

Sonhava com Malícia. É Verdade. Fiquei obcecado. Não me importava de como era lá. O importante é que era outro lugar.
Chris Wooding, Malícia, pág. 349.

Chris Wooding nasceu na Inglaterra, autor de mais de uma dezena de livros e escreve também para TV e para o cinema. Seus livros já foram publicados em vários países. Aqui no Brasil, a antiga editora ARX (do Grupo Siciliano, que atualmente pertence à Saraiva) publicou, através do seu selo juvenil, dois livros do autor, O Estranho Destino de Poison e A Maldição de Alaizabel Cray, que estão esgotados nas lojas, mas podem ser encontrados a preços bem acessíveis em sebos no Estante Virtual. O autor ainda não é muito popular por aqui, mas a Geração Editorial tem apostado em uma duologia do autor, sendo Malícia o primeiro volume.

O livro é um Young-Adult sobre uma revista em quadrinhos misteriosa. Reza a lenda de que a revista é uma chave para um mundo fantástico. Assim, os personagens da revista são pessoas reais que foram levadas por Jake Gigante (a figura da capa), o mestre de cerimônias desse mundo macabro. Para entrar em Malícia, basta fazer um ritual semelhante ao que ocasionou o retorno de Voldermort no quarto livro da série Harry Potter. Basta juntar uma pena negra, um galhinho, um nó de pelo de gato (caído naturalmente), uma lágrima, uma mecha de cabelo (de quem for para Malícia) e fogo (para queimar tudo), daí é só repetir “Jake Gigante, me leve embora!” seis vezes e esperar que ele venha buscá-lo.

Quando seu amigo, Luke, desaparece, Seth e Kady começam a investigar o que possa ter acontecido com ele e descobrem os mistérios acerca da revista, mostrando que não são apenas boatos. Na tentativa de resgatá-lo, eles viajam para Malícia e enfrentam terríveis desafios. Essa é basicamente a sinopse do livro, que a princípio parece muito bobinho. No entanto, aos poucos vemos que o autor não se restringe a contar uma historinha infantil e que Malícia tem apenas uma aparência pueril, mas no fundo não é. Os personagens estão sujeitos a desafios macabros e aterrorizantes. Assim como não são imunes a ferimentos e nem à morte, como vemos em alguns livros ditos infantis. Algumas cenas narradas são cheias de frieza e crueldade até.

Aos poucos os garotos percebem que Malícia é um sistema macabro de captura de crianças, que servem como combustível para manter o mundo dominado por Jack Gigante na ativa. Semelhante ao tráfico de pessoas que vemos constantemente na mídia. Há uma espécie de gangue, em que um dos membros é, pela descrição, o próprio demônio. Aqueles que conseguem fugir de Malícia tem sua memória apagada, assim o esquema não pode ser denunciado nem detalhado por quem o viveu. Esse é o maior desafio dos protagonistas. No entanto, à medida que adentram nessa investigação a coisa vai tomando proporções maiores e que envolve vários seres fantásticos e deuses.

Um ponto de discussão muito interessante, é que os garotos que são levados para Malícia vão por vontade própria. Pois é preciso querer ir pra lá. Isso mostra como alguns adolescentes buscam a fuga da realidade, não uma fuga reversível como a leitura, o videogame, internet, cinema, mas uma fuga irreversível, em que se abre mão do lar, da família e dos amigos. É possível fazer uma analogia ao pensamento suicida, já que Malícia representa um lugar de esperança para quem o busca. A associação está no fato de que em ambos os casos, e falando de modo geral, a motivação está em fugir de uma vida problemática demais ou até mesmo tediosa. A mensagem é que o vazio pós-morte ou Malícia podem não ser um alívio, mas uma nova fase de provação e dor.

Analogias a parte, o livro é muito divertido e pode ser lido rapidamente. A escrita é ágil e se configura numa mistura de romance e HQ, já que algumas partes que se passam em Malícia são ilustradas em quadrinhos por Dan Chernett. Essa mistura do texto com narrativa visual me remete ao livro de Brian Selznick, A Invenção de Hugo Cabret. Mas, falando das ilustrações de Dan Chernett para esse livro em questão, acho que elas não acrescentam muito ao livro, pelo contrário, o traço não é bem trabalhado e a narrativa visual não convence. E acho que não foi só a mim que não agradou, pois andei olhando a edição inglesa do segundo livro e percebi que ele mudou completamente o traço do desenho, que ficou mais bonito, limpo e mil vezes melhor.

Por falar no segundo volume, Caos será lançado ainda este ano pela Geração Editorial.

Entre as referências do autor é possível notar a influência dos britânicos: Tolkien, C. S. Lewis, J. K. Rowling e principalmente Neil Gaiman. Gostei muito do autor e da história de Malícia, espero que outros livros do autor ganhem espaço por aqui. O único ponto negativo, e é um alerta à editora, está nos erros de tradução e revisão, que não prejudicam a leitura, mas chamam atenção.

E vocês, já leram Malícia? Conheciam o autor?

Ficha Técnica

MalíciaTítulo: Malícia
Título original:
 Malice
Autor(a): Chris Wooding
Editora: Geração Editorial
Tradução: Lidia Luther
Edição: 2012 (1ª)
Ano da obra / Copyright: 2012
Páginas: 430
Sinopse: Segundo uma lenda urbana, existe uma revista secreta, Malícia, sobre um mundo macabro repleto de armadilhas e horrores, supervisionado por Jake Gigante, um sinistro mestre-de-cerimônias. Dizem ainda os boatos, que os adolescentes que aparecem na revista são pessoas reais, desaparecidas do nosso mundo e aprisionadas nos quadrinhos, vítimas das provações mortais de Jake Gigante. O livro intercala texto e quadrinhos.

Onde comprar:
Estante Virtual | Saraiva | Cultura

Anúncios

10 comentários

    • Oi, Camis!
      Eu não conhecia o autor até ter esse livro em mãos, andei pesquisando sobre ele e vi que ele já tem mais de 16 livros publicados. No site oficial dele tem todas as capas e sinopses, e eu fiquei interessado em todas. As capas (inglesas) são lindas.
      Espero que mais livros dele cheguem por aqui! o/
      Beijos, obrigado pelo comentário!

      Curtir

    • Oi Matheus,
      Primeiramente obrigado. Eu me surpreendi com Malícia, eu achava que seria bem bobinho, mas é bem legal mesmo. Estou ansioso para ler a continuação já!
      Abraços! 😄

      Curtir

  1. Já faz um tempo que estava de olho nele e fiquei fascinada pela capa.Depois de ler sua resenha minha determinação de adquirir essa maravilha aumentou muito.Com certeza vou ler e é bom saber que tem continuação,nunca é demais acompanhar o que mais te fascina.

    Curtir

    • Oi Elizabeth,
      O Malícia é um daqueles livros de leitura gostosa e que a gente fica fascinado depois.
      O legal é que essa não é uma daquelas séries longas, são só dois livros. =D
      Abração!

      Curtir

  2. Gostei muito de saber sobre do que se trata o livro já tinha gostado da capa sem ao mesmo ler qualquer resenha, e fiquei bem curiosa pra ler essa mistura com quadrinhos, deve ter ficado bem legal, espero ler em breve.

    Curtir

    • Oi Cristiane,

      É legal porque a gente acaba visualizando os personagens e fica imaginando eles depois na parte que é narrada.
      Beijos

      Curtir

  3. Olá, Ademar,
    Já lí Malícia, o tenho em minha coleção particular.
    O livro é otimo, ainda não conhecia o autor antes de lê-lo, mas confesso que me surpreendeu bastante.
    Principalmente pela mistura de texto em prosa e quadrinhos, achei bastante original.
    Aguardo ansiosa a continuação.
    Abraço.

    Curtir

    • Oi Luena,
      O livro do Chris é um ótimo exemplar pra se ter na estante, eu também o tenho na minha coleção, rs.
      Eu também não conhecia ele antes de ler esse livro, mas daí pesquisando eu descobri que outros livros dele já foram publicados aqui no Brasil.
      Eu estou ansioso para ler a continuação.
      Abraços e obrigado por comentar.

      Curtir

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s