Will & Will, de John Green e David Levithan

Will & Will

Você gosta de alguém que não pode retribuir seu amor porque é possível sobreviver ao amor não correspondido de uma forma que é impossível no caso do amor correspondido.
John Green e David Levithan, Will & Will, pág. 55-6.

Livros com temática gay não chegam a ser mais novidade, dada a quantidade livros que abordam o tema, seja aqui no Brasil ou lá fora. No entanto, sempre que algo do gênero chega ao mercado nacional é possível ver que damos um passo na luta contra o preconceito em relação a esse tema. Quando tais livros chegam às listas dos mais vendidos e se tornam best-seller a comemoração é ainda maior. Esse é o caso de Will & Will, escrito em parceria entre os autores John Green e David Levithan.

Ambos os escritores já são bem conhecidos e isso facilita a difusão do livro pelo público. John Green se tornou figura constante na lista de best-sellers com seu A Culpa é das Estrelas (Ed. Intrínseca), que em breve chega aos cinemas. De lá pra cá, outros livros do autor têm chegado ao Brasil e agradado os fãs, Quem é você, Alasca? (Ed. Martins Fontes), O Teorema de Katherine e o lançamento deste mês, Cidades de Papel, esses dois últimos também pela Intrínseca.

David Levithan, por sua vez, já havia sido publicado aqui no Brasil pela Galera Record com Nick & Norah, que também já foi adaptado para o cinema. O próximo trabalho do autor a ser publicado por aqui é Todo Dia, que tem previsão de lançamento para este mês. Levithan já trabalhou com a temática homossexual em sua obra, Boy Meets BoyWide AwakeNaomi and Ely’s No Kiss List são exemplos. O autor já possui mais de 15 livros publicados.

David Levithan e John Green
David Levithan e John Green

Will & Will, título nacional para Will Grayson, Will Grayson, narra a história de dois garotos com o mesmo nome, que se conhecem ao acaso numa noite em Chicago. Assim, o livro é narrado por ambos em capítulos intercalados. O primeiro Will Grayson – identificado pelos capítulos grafados com letras maiúsculas e minúsculas – é um garoto da cidade grande, filho de médicos, tem problema com garotas e possui um melhor amigo gay, Tiny Cooper. Tiny é o centro das atenções, um gay com muita pinta que adora chamar a atenção e brilhar. É filho de uma família muito rica e é acostumado a ter tudo o que quis. Além disso, Tiny troca de namorado como quem troca de roupa e tem uma facilidade muito grande para se apegar às pessoas.

O outro will grayson – identificado pelos capítulos que são todos grafados somente com letras minúsculas – é um garoto do interior, um gay que ainda não se descobriu completamente. Este will leva uma vida completamente diferente do outro, vive no interior com sua mãe, onde passam necessidades e enfrentam diversos problemas familiares. Assim, ele se esconde em seu casulo, evitando fazer amigos ou sair da sua zona de conforto, embora conforto não seja uma palavra que combine com ele. A depressão de will grayson reflete um pouco a tribo emo que era evidente em 2010, quando o livro foi lançado lá fora.

Will & Will FanArt, by Cassidy Stone
Will Grayson, Tiny Cooper e will grayson. FanArt, by Cassidy Stone.

Num determinado dia will grayson vai a Chicago encontrar pela primeira vez um garoto que ele conheceu pela internet, Isaac, mas algo dá errado e ele coincidentemente cruza o caminho de Will Grayson. Eles ironicamente se encontram numa sex shop chamada Frenchy’s. Will Grayson não perde tempo e apresenta seu homônimo para seu amigo Tiny, que ao que parece não rejeita ninguém e já está solteiro há algumas horas, rs. A partir daí surge um relacionamento que une os três garotos, desencadeando uma série de conflitos típicos dos adolescentes sobre namoro e amizade. Esse é o ponto alto do livro.

Will Grayson está apaixonado por Jane, amiga de Tiny, mas não sabe como lidar com isso, ele nem ao menos sabe se gosta dela de fato ou não. Além disso, ele está no momento em que precisa definir o que vai fazer da sua vida e qual faculdade cursar. Um dilema vivido pela maioria dos jovens. Will tem ainda um adicional que é comum a muita gente também, pois ele é filho de dois médicos oncologistas, cuja menor expectativa é de que o filho siga seus passos. Assim, mesmo com o papo de que a escolha é do adolescente, a imposição é implícita.

Durante toda a narrativa, a principal preocupação de Tiny é com o seu musical Tiny Dancer, onde toda sua vida é narrada, ou melhor, cantada. Tiny acredita que esse será o maior evento de sua vida. E a medida que vai planejando e organizando seu musical Tiny cresce (psicologicamente), e na convivência com seus amigos ele percebe que não é o centro do universo, e assim sai do seu mudinho de futilidades para encarar as relações pessoais como um troca de cumplicidades e não apenas de favores prestados.

Capa assinada pelo artista Jon Foster.
Capa assinada pelo artista Jon Foster.

Will & Will é um comédia da vida moderna, ambientada no mundo de um grupo de adolescentes, poderia até ser também um romance de formação, ainda que o recorte temporal em que acompanhamos os personagens seja muito curto. Mesmo assim é impossível não dar risada das loucuras de Tiny ou da ingenuidade de Will Grayson. Muitos leitores não gostaram do livro por criarem expectativas demais, mas Will & Will tem seu valor, ele fala da homossexualidade sem ser pedante, o que é difícil de encontrar por aí. A maioria das experiências dos garotos é bem comum da adolescência e é praticamente impossível não se identificar com uma ou com outra, assim, além da identificação com a faixa etária em questão, o livro provoca nostalgia naqueles que já passaram por tudo isso.

Não obstante, o tema principal de Will & Will não é a homossexualidade de alguns dos personagens, mas a amizade. Em especial a amizade (saudável) que pode existir entre um garoto hétero e um homossexual, e como isso reflete de forma positiva na busca pela aceitação. Nas palavras de Tiny e Will:

Estar em um relacionamento, isso é algo que você escolhe. Ser amigo, isso é simplesmente algo que você é. – Tiny Cooper (pág. 293)

Quero que daqui a vinte anos você vá à minha casa com seu cara ou seus filhos adotivos e quero que a porra dos nossos filhos sejam amigos e quero, tipo, beber vinho e falar sobre o Oriente Médio, ou sei lá que porra vamos querer fazer quando formos velhos. Somos amigos há tempos demais pra escolher, mas, se pudéssemos escolher, eu escolheria você. – Will Grayson (pág. 293-4)

Por fim, além de um bom divertimento, o livro é uma boa forma de reflexão, principalmente para aqueles que têm receio de estar ao lado de algum amigo gay em público. Vale muito a pena conferir!

Curiosidades:

  • Cada autor escreveu um capítulo intercalado, assim John Green escreveu os capítulos ímpares, narrados por Will Grayson, e David Levithan os capítulos pares narrados pelo outro will grayson.
  • O nome dos personagens, as datas e o local em que eles se conhecem também foram escolhidos em acordo entre os autores. Levithan escolheu Will e Green escolheu Grayson; Levithan decidiu que a história aconteceria entre fevereiro e março e Green decidiu que eles se conheceriam na sex shop Frenchy’s.

Ficha Técnica

Will & WillTítulo: Will & Will
Título original: Will Grayson, Will Grayson
Autor(a): John Green e David Levithan
Editora: Galera Record
Tradução: Raquel Zampil
Edição: 2013 (1ª)
Ano da obra / Copyright: 2010
Páginas: 352
Skoob: Adicione
Sinopse: Em uma noite fria, numa improvável esquina de Chicago, Will Grayson encontra… Will Grayson. Os dois adolescentes dividem o mesmo nome. E, aparentemente, apenas isso os une. Mas mesmo circulando em ambientes completamente diferentes, os dois estão prestes a embarcar em um aventura de épicas proporções. O mais fabuloso musical a jamais ser apresentado nos palcos politicamente corretos do ensino médio.

Compare e compre: Buscapé | Amazon

Anúncios

8 comentários

    • Oi Soraya
      Eu fico muito feliz que você goste, sabia? É gratificante.
      Eu não gosto muito de receber spoilers, então eu evito ao máximo soltar coisas muitos importantes para o desenvolvimento da trama, principalmente quando eles podem representar uma surpresa pro leitor, rs.
      Eu acho que você vai adorar mesmo o livro, é divertidíssimo.
      Beijos!

      Curtir

  1. Olá, eu gostei bastante desse livro õ/ Eu me diverti a beça, me identifiquei mais com o Will² u_u porque o Will¹ é muito (nao estou na história)! A narrativa dos dois é fácil e muito boa =D
    Parabéns pela resenha xD

    Curtir

    • Oi Matheus,
      Que bom que gostou do livro, eu também curti muito.Muito divertido mesmo. Eu me identifiquei com algumas coisas do Will¹, a insegurança e as dúvidas dele, sei lá, rsrs…
      Mas a história dele é muito legal. A narrativa é muito boa mesmo, flui muito fácil.
      Obrigado por comentar, abraços!

      Curtir

    • Oi Camis,
      Acho que você vai se divertir, o livro é muito engraçado.
      Eu adorei a escrita dos dois, em especial a do John Green, eu achei o resultado bem positivo.
      Depois quero saber sua opinião!
      Beijos

      Curtir

  2. Bela resenha! O único aspecto que eu não gostei muito no livro é a tal da intercalação de capítulos, que até os dois Will se encontrarem é meio difícil de entender as perspectivas. Ou sou só eu que demorei para entender as maiúsculas e minúsculas. Enfim, meus parabéns! 🙂

    Curtir

  3. Ademar, parabéns pela resenha!!

    Li esse livro e achei assim tão sensacional, quando terminei fiquei pensando que pro mundo ser justo eu devia ter lido esse livro aos 13 anos e que isso teria cortado muitos caminhos na minha vida. Mas gosto de pensar que a vida tem seu próprio tempo e é muito sábia.

    Achei ambas as narrativas excelentes e os personagens são muito bons, a história é sutil e sensível e bastante emocionante, mas sem frescuras, leve como as coisas jovens são, mas sem dúvida a melhor coisa desse livro é Tiny Cooper um dos personagens dos quais sou muito fã e pelo qual desenvolvi um amor especial, apesar de curtir muito o Will do John Green.

    Curtir

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s