Diário de uma Paixão, de Nicholas Sparks

Diario de uma Paixao Nicholas Sparks capa

Allie também estava pensando em Noah, em si mesma, em um punhado de coisas. Por um momento desejou não estar noiva, mas depois rapidamente se repreendeu. Não era Noah quem ela amava; ela amava o que eles tinham sido outrora. Além disso, era normal sentir-se assim. Seu primeiro amor verdadeiro, o único homem com quem tinha estado – como podia esperar esquecê-lo?
Nicholas Sparks, Diário de uma Paixão, pág. 60

É sempre bom começar o ano com alguma leitura inspiradora. Até os indivíduos mais pragmáticos podem ter os corações amolecidos alguma vez por uma boa história de amor. Diário de uma Paixão, livro que consagrou Nicholas Sparks como um contador de histórias românticas, é um desses casos capazes de enternecer até mesmo os leitores mais avessos a narrativas apaixonadas, por esse motivo merece destaque dentro do gênero.

Diário de uma Paixão apresenta-nos a história de Noah e Allie, um casal de jovens que viveu um intenso amor de verão, porém, devido às diferenças sociais e aos desencontros da vida, acabaram separando-se após tão curto idílio. Esse breve romance, no entanto, marcou os dois amantes de maneira indelével, cuja lembrança persistia em não os abandonar mesmo depois de um período de catorze anos de separação. Allie estava então prestes a se casar com um homem gentil e bem-sucedido, contudo, perseguida pelos fantasmas do passado, resolve voltar ao lugar onde vivenciara o momento mais mágico da sua vida e vai à procura de Noah e do ajuste de seus próprios sentimentos.

Diario de uma Paixao filme
Cena do filme “Diário de uma Paixão” – (2004)

O livro é narrado em primeira pessoa, por Noah Calhoun, um senhor já de idade, que lê, todos os dias, para uma senhora que possui uma doença crônica da memória, a história de dois jovens que se conheceram no verão de 1940 em Nova Berna, uma pequena cidade do Sul dos EUA. Ele, um rapaz simples, com alma de poeta, que não possuía grandes ambições para o futuro, ela, por outro lado, era uma moça de família abastada e com grandes aspirações para seu futuro. Os dois apaixonaram-se e viveram uma paixão profunda e verdadeira, entretanto, com o fim do verão, o casal teve que se separar e o romance deles também teve um inesperado fim. Anos depois, Allie retorna à Nova Berna em busca de esclarecimento sobre os reais motivos para o término desse amor adolescente que parecia ser definitivo.

Allie agora está noiva de um promissor advogado, e apesar de amá-lo, sentiu-se impelida a revisitar o passado e resolver de uma vez por todas o destino daquele envolvimento juvenil que atormenta sua memória. O livro ainda tenta fazer algum suspense quanto à escolha de Allie, mas dificilmente algum leitor terá dúvidas com relação a qual dos dois ela escolherá, pois o próprio narrador entrega(-se) de forma óbvia qual a decisão final da protagonista.

Esse livro, escrito por Nicholas Sparks, alcançou sucesso internacional de vendas, com mais de 12 milhões de cópias distribuídas por todo o mundo, e foi traduzido para mais de 20 línguas. Desse modo, o autor consolidou uma carreira de sucesso como romancista, já tendo publicado mais de 18 livros nos EUA e em vários outros países. Aqui no Brasil, o romance foi publicado pela Editora Novo Conceito em 2010.

Nicholas Sparks Diario de uma paixaoNicholas Sparks possui variadas experiências profissionais; é formado em Economia, é atleta e empreendedor, tendo trabalhado em diversos empregos, tais como: avaliador de bens imobiliários, garçom e vendedor de produtos dentários, antes de atingir o sucesso na carreira de escritor. Um de seus romances mais conhecidos, Um Amor para Recordar, já foi resenhado aqui no blog. Nascido em Omaha, estado de Nebraska, nos Estados Unidos, atualmente, o autor mora na Carolina do Norte com sua esposa e filhos.

No posfácio do livro, Nicholas revela que antes de começar a escrever, ele pesquisou o mercado, escolheu o tema (uma história de amor), evocou um casal de personagens inspirados nos avós de sua esposa, passou dois meses pensando no enredo e decidiu que o Mal de Alzheimer, doença frequentemente presente nos noticiários, seria o meio que usaria para criar o senso trágico necessário para uma história amorosa de qualidade. Outro fator que contribuiu para a popularização de seus livros, além da temática estar em alta no mercado editorial, foram as adaptações cinematográficas de seus romances. Já foram dez obras suas adaptadas para o cinema, inclusive Diário de uma Paixão em 2004.

diario de uma paixao capa filmeO filme Diário de uma Paixão (2004), dirigido por Nick Cassavetes, estrelado por Ryan Gosling e Rachel McAdams, teve uma boa recepção pelo público e mediana recepção pela crítica especializada, porém recebeu diversas indicações a prêmios, ganhando várias delas, como; oito Teen Choice Awards, um Golden Satellite Award e um MTV Movie Award. Por fim, o filme acabou conquistando um status de filme cult.

Com uma dose aceitável de sentimentalismo, muitas páginas expondo um drama sério sobre a velhice e o esquecimento; e alguns trechos carregados de erotismo, esse livro proporciona ao leitor uma emocionante e agradável experiência literária. Para os românticos incorrigíveis assim como o autor, recomendo que tenham alguns lenços à mão para não deixar caírem lágrimas sobre as páginas do livro.

Curiosidades:

  • Nicholas inspirou-se na história dos avós de sua esposa para desenvolver a trama desse romance, pois quando o autor os conheceu, eles já estavam há mais de 60 anos juntos. Um caso raro de amor verdadeiro que sobreviveu aos obstáculos da vida e do tempo.
  • Nicholas Sparks já teve 10 de seus livros adaptados para o cinema; Uma Carta de Amor (1999), Um Amor para Recordar (2002), Diário de uma Paixão (2004), Noites de Tormenta (2008), Querido John (2010), A Última Música (2010), Um Homem de Sorte (2012), Um Porto Seguro (2012), O Melhor de Mim (2012) e Uma Longa Jornada (2013).
  • Além das adaptações para o cinema, Nicholas assinou contrato com a Warner Horizon Television, rede de TV a cabo norte-americana, e está desenvolvendo três séries de TV baseadas em romances seus. Conforme afirmou em entrevista exclusiva para o The Hollywood Reporter, o autor adaptará Uma curva na estrada (A Bend in the Road, 2001) para o canal TNT; e está criando dois novos projetos para outros canais, são eles: The Falls para o canal ABC Family; e Deliverance Creek para o Lifetime.
  • Para saber um pouco mais sobre a obra de Nicholas Sparks e seus próximos projetos, visite o site do autor => AQUI.
  • Assista ao trailer do filme Diário de uma Paixão (2004) => AQUI.

Postagens relacionadas:

Ficha Técnica

Diario de uma Paixao Nicholas Sparks capaTítulo: Diário de uma Paixão
Título original: The Notebook
Tradução: Renato Marques de Oliveira
Autor(a): Nicholas Sparks
Editora: Novo Conceito
Edição: 2010
Ano da obra / Copyright: 1996
Páginas: 256
Sinopse: “Não sou nada especial; disso estou certo. Sou um homem comum, com pensamentos comuns, e vivi uma vida comum. Não há monumentos dedicados a mim e o meu nome em breve será esquecido, mas amei outra pessoa com toda a minha alma e coração e, para mim, isso sempre bastou.” – Noah Calhoun. Assim tem início uma das mais emocionantes e intensas histórias de amor que você lerá na vida. O livro é o retrato de uma relação rara e bela, que resistiu ao teste do tempo e das circunstâncias. Com um encanto que raramente é encontrado na literatura atual, O Diário de uma Paixão, de Nicholas Sparks, o consagra como um contador de histórias clássicas, com uma perspectiva excepcional sobre a mais importante e única emoção que nos mantém. Com mais de 12 milhões de cópias vendidas, o livro que emocionou as pessoas ao redor do mundo, foi traduzido para mais de 20 línguas.

Onde comprar:
SubmarinoEstante Virtual | Saraiva | Cultura

Anúncios

9 comentários

    • Não fique traumatizada, Soraya! rsrs
      Eu acredito que os filmes são mais dramáticos do que os livros do Sparks, pelo menos nesse caso. Comparando o livro Diário de uma Paixão com o filme, percebi que no filme foram inseridos mais acontecimentos trágicos além dos que tinham no livro. Por exemplo, no filme, os pais de Allie são mais rígidos e rejeitam totalmente o namoro da filha com Noah, já no livro, essa oposição é menos hostil. Uma grande diferença são os finais de ambos, pois no final desse livro, há um desfecho feliz e esperançoso, já o final do filme é bastante trágico.
      Se for ler algo do autor, eu recomendo este livro.
      Beijos 🙂

      Curtir

    • O mesmo aconteceu comigo, Ines! 🙂
      Quando terminei de ler o livro, ainda fiquei com um gostinho de “quero mais!”
      Beijos

      Curtir

    • Verdade, Samantha, é um tema social muito importante, que foi tratado com bastante delicadeza e sensibilidade no livro. Devemos sempre atentar para que tais assuntos sejam discutidos, tanto para estimular a busca por tratamentos mais eficientes, quanto para diminuir o preconceito. Abraços!

      Curtir

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s