Versos de um Crime (Kill Your Darlings, 2013)

Kill Your Darling - Cartaz

Outro amante atinge o universo.
O círculo foi quebrado.
Mas com a morte chega o renascimento.
E como todos os amantes e pessoas melancólicas,
Eu sou um poeta.
Allen Ginsberg, Kill Your Darlings.

Não conhecia o trabalho de Allen Ginsberg (1926-1997), até assistir Kill Your Darlings – me recuso a chamá-lo de “Versos de um Crime”. Ginsberg foi o maior poeta da Geração Beat, onde nomes como Jack Kerouac e William Burroughs também aparecem. Ele ainda era militante pacifista, homossexual e responsável pela criação desse movimento genuinamente revolucionário. Sua poesia é famosa por ter representado um marco nos caminhos da poesia do século XX.

Um dos seus livros mais famosos e polêmicos, Uivo e outros Poemas (L&PM Pocket), foi publicado inicialmente no final dos anos 1950. Ele chegou a ser proibido pela censura, gerando um processo tanto para Ginsberg quanto para seu editor. Isso porque nele Ginsberg expõe um painel da América que não aparecia no cinema e no jornal daquele tempo. No ano de 2010, esse livro foi adaptado para o cinema com título homônimo (Howl), sob direção de Jeffrey Friedman e protagonizado por James Franco (Allen Ginsberg) e Todd Rotondi (Jack Kerouac). Segundo o que pesquisei sobre o filme, ele é baseado na vida do poeta beatnick durante o período em que o mesmo estava escrevendo esse poema e buscando liberdade artística e pessoal. Ainda não assisti, mas confesso que fiquei muito curioso.

Allen Gunsberg (Autor); Livro Uivo e Outros Poemas (L&PM Pocket); e cartaz do filme Uivo (Howl, 2010).
Allen Gunsberg (Autor); Livro Uivo e Outros Poemas (L&PM Pocket); e cartaz do filme Uivo (Howl, 2010).

Em Kill Your Darlings, somos apresentados a essa figura emblemática e inteligente e, consequentemente, ao início dessa geração polêmica. Este é o longa-metragem de estreia de John Krokidas, antes conhecido pelo curta Shame No More (1999), que aborda um mundo onde existe uma inversão de situações – “E se o mundo todo fosse homossexual e ser heterossexual fosse uma coisa ‘anormal’?”. Krokidas também assina o roteiro junto com Austin Bunn, onde este segundo é o responsável pela construção do enredo.

A história se passa na década de 1940, quando Allen Ginsberg (Daniel Radcliffe) consegue uma vaga na Universidade de Columbia, Nova Iorque. Quando se muda para a universidade, Ginsberg conhece Lucien Carr (Dane DeHaan), seu colega de classe, e começa a desenvolver um interesse por ele. Mas Lucien quer apenas curtir a vida e acaba apresentando ao protagonista sua vida boêmia. Nessas farras, Ginsberg conhece Jack Kerouac (Jack Huston) e William S. Burroughs (Ben Foster). Mas, a vida desses três adolescentes muda quando eles são acusados de matar David Kammerer (Michael C. Hall), um professor apaixonado por Carr.

William S. Burroughs (Ben Foster), Allen Ginsberg (Daniel Radcliffe), Lucien Carr (Dane DeHaan) e Jack Kerouac (Jack Huston).
William S. Burroughs (Ben Foster), Allen Ginsberg (Daniel Radcliffe), Lucien Carr (Dane DeHaan) e Jack Kerouac (Jack Huston).

É uma história simples e sem muitas surpresas. O que diferencia ela dos famosos romances policiais é a forma poética com que ela é contada. Não entendam que eles poetizam o crime, mas o foco do filme é mostrar quão fortes são os sentimentos envolvidos nele: amor de Ginsberg por Lucien; obsessão de Kammerer por Lucien; interesse do Lucien por Jack-Ginsberg-Kammerer; presença melancólica do Burroughs no meio de todo esse frisson. E, como esperado durante esse movimento, todos os acontecimentos são envoltos numa energia de uma geração onde os artistas não só escrevem como desenvolvem ideias e incentivam uns aos outros.

Eu, particularmente, adorei a atuação do Daniel Radcliffe. Antes eu olhava para ele apenas como “Harry Potter”, mas depois da série A Young Doctor’s Notebook quebrei um pouco do preconceito. Kill Your Darlings foi o trabalho em que ele se consolidou, para mim, como ator dramático, uma vez que nos outros trabalhos que assisti com ele faziam mais a linha cômica (até mesmo com o próprio Potter). Os outros atores também são formidáveis. O diretor fez sua estreia de forma incrível.

Lucien Carr (Dane DeHaan) e Allen Ginsberg (Daniel Radcliffe).
Lucien Carr (Dane DeHaan) e Allen Ginsberg (Daniel Radcliffe).

Fotografia e trilha sonora são outros pontos maravilhosos. Tudo se completa de alguma forma. A única coisa que me desagradou muito foi a tradução do título, mas ainda assim ele possui certa relação com o enredo. A estreia no Brasil está prevista para meados de Maio. Recomendo muito!

Postagens relacionadas:

Ficha Técnica

Kill Your Darling - CartazTítulo: Versos de um Crime
Título Original: Kill Your Darlings
Direção: John Krokidas
Roteiro: Austin Bunn, John Krokidas
Gênero: Romance, Drama, Biografia
País: Estados Unidos
Ano: 2013
Duração: 104 min.
Sinopse: O filme é um suspense inspirado nas relações entre Ginsberg, Jack Kerouac e Lucien Carr – que é conhecido por ter cumprido pena em 1944 pelo assassinato do seu amante David Kammerer. O crime marcou o início da geração de escritores conhecida como beatnik, da qual Ginsberg, Kerouac e William Burroughs (a quem Carr apresentou Ginsberg) eram os principais expoentes.

Trailer

6 comentários

  1. Olá
    Eu gostei do filme,.Ele tem aspectos bastante interessantes, porém outros nem tanto. Tiveram cenas bastante inteligentes e bacanas e eu recomendo também para assistirem e quebrarem com o preconceito do sr. Radcliffe.

    Discordo um pouco do amigo acima. Achei o filme divertido e com sua carga dramática na medida!

    Abraços!
    http://www.umomt.com

    Curtir

    • Olá Matheus.
      O filme é lindo… acho que todos deveriam ver ele um dia. E, quem sabe, ler alguma coisa do Ginsberg.

      Abraços!

      Curtir

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s