Ataque dos Titãs (Shingeki No Kyojin)

Ataque dos Titãs

A devastação humana

Estar no topo das vendas no Japão é o sonho de consumo de qualquer um que se aventure no ramo dos mangás, isso é fato. Mas, fato ainda mais verídico que esse é o de que todos, desde 2003, jamais conseguiram superar Eiichiro Oda que mantinha sua obra, One Piece, invicta liderando as vendas. Chegaram a pensar que seria assim por toda a eternidade (visto que a obra de Oda parece não ter fim), portanto, se conseguissem alcançar o segundo lugar nas vendas, todos já estariam felizes e poderiam ir para casa com seus príncipes endinheirados e ter o “felizes para sempre” no ramo profissional.

Para a surpresa de muitos, esse quadro se alterou recentemente. O que todos julgavam impossível, aconteceu: One Piece fora superado no ranking de vendas dos quadrinhos nipônicos! Quem seria o responsável por esse milagre utópico? Hajime Isayama! Um mangaká autoproclamado amador e seu trabalho de estreia que vem conquistando prêmios atrás de prêmios em seu ramo, o ilustríssimo Shingeki no kyojin (Ataque dos titãs).

Hajime Isayama com cosplayers de sua obra
Hajime Isayama com cosplayers de sua obra

Mas… Estaria ele realmente apto a arrancar o cinturão de Oda? Poderia seu trabalho ganhar a tão desejada e mística coroa de vendas? O que realmente há por trás desse enredo tão cativante? Vale mesmo à pena assistir/ler?

Vivendo entre gigantes

Ataque dos Titãs (Cena)

A trama se passa em um cenário pós-apocalíptico, diferente de tudo o que você já viu por aí! Afinal de contas, quando se fala no termo “pós-apocalíptico”, o que lhe vem à mente? Provavelmente algo sobre zumbis ou alienígenas que dominaram a Terra em um futuro distante. As possibilidades são infinitas, mas todos concordam que uma temática dessas, em suma, deva ser futurista. E é exatamente nesse ponto que Shingeki no kyojin inova! Seu enredo é desenvolvido em uma época mais remota do que aquela em que você conseguia sair de casa tranquilo, ainda que sem o celular no bolso! Sim, meus caros amigos! Isso foi possível um dia!

Conta-se que há muitos e muitos anos, antes da Dercy Gonçalves e do Pedro de Lara nascerem, a humanidade havia sido quase que inteiramente levada a destruição por um perigo maior do que a invasão de um Cavalo de Tróia em um PC desprotegido: Gigantes lascivos devoradores de humanos.

Ataque dos Titãs (Personagens)
Personagens (clique para ampliar)

A quase insignificante quantia de humanos que restara desse ataque de titãs fora obrigada a construir barreiras em torno de si para prolongar seu tempo de vida. Três barreiras foram erguidas para proteger a raça humana, uma no interior da outra. A primeira e maior chamava-se Maria, ela abrigava em seu interior a população periférica; dentro desta, se encontrava a barreira Rose, que abrigava também os menos favorecidos; por fim, e ainda mais no centro, a barreira Shina, que abrigava a realeza do lugar (certas coisas nunca mudam).

Ataque dos Titãs (Eren)

Assim, todos os humanos passaram a viver encurralados, mas felizes, em suas vidas pacatas por mais de cem anos daquela forma restrita, assombrados pelo medo de que as barreiras fossem quebradas e eles encontrassem seu fim. Mas aquilo parecia impossível. Nenhum dos titãs havia se mostrado páreo para as poderosas muralhas tanto em força quanto em tamanho! Até o dia em que um titã, o maior e mais forte já visto, com a ajuda de um outro todo encouraçado com ferro, destrói Maria, comandando um massacre na primeira muralha, obrigando todos a se espremerem em Rose temendo ainda mais novos ataques, destruindo, assim, a comodidade na qual viviam.

Uma dose de protagonismo

Ataque dos Titãs (Mangá)

No interior dos muros de Maria, vivia Eren Jeager e sua irmã adotiva Mikasa Ackerman. Eren, que, como todo bom protagonista de shonen, era rebelde e inconformado com a naturalidade com a qual todos viam o fato de viverem encurralados como “galinhas para o abate”. Ele e seu melhor amigo, Armin Alert, viviam fantasiando sobre como seria o mundo além das muralhas e prometeram um ao outro que iriam descobrir juntos um dia. Seria uma historinha muito bonitinha se Eren não tivesse a vida completamente revirada pelo avesso durante o ataque do titã Colossal à barreira em que habitava e presenciasse a cruel dilaceração de sua mãe, enquanto era salvo por um guarda.

Reencontrando Armin na segurança de Rose, Eren decide ingressar na tropa de expedições, que cuidava de batalhas fora das muralhas, pesquisando formas de deter de uma vez por todas a ameaça dos gigantes. Mikasa, que jurara proteger seu irmão (e ganhadora do prêmio de melhor personagem feminina em 2013), também decide ir para o exército junto a ele e seu amigo.

O enfoque exagerado, ou não.

É fato que Ataque de Titãs não possui o melhor traço do mundo. Apresenta problemas de proporção gritantes e dolorosos, bem como a presença, mais gigante que os próprios titãs, de poluição visual. Mas, venhamos e convenhamos, o traço de Eiichiro Oda também não era lá grandes coisas, não era o primeiro trabalho dele e ele muito menos se considerava amador, então, vamos dar uma colher de chá para o titio Isayama, ok?

Quanto ao anime, os episódios iniciais são chatos. Há de se entrar em consenso sobre isso. Mas, caso você não desista de acompanhar a série, irá se deparar com uma obra tão completa e digna de nota que ficará boquiaberto! É uma história metafórica e dinâmica que o levará a pensar sobre seus valores de uma forma a qual muitos animes já o fazem, mas em um patamar que muitos ainda não chegaram e sequer chegarão algum dia! Analise você próprio as mensagens passadas pelo enredo, vivencie as lutas tão cativantes, emocione-se com o drama pessoal de cada um dos personagens que lhes serão apresentados, pois acredito que a chave para o sucesso tão absurdo de SNK seja exatamente esse elemento surpresa. Não sabemos o que esperar de cada capítulo, de cada personagem e de cada revelação. Isayama criou um mundo surpreendente e totalmente imprevisível. Prepare-se para ser devorado pela criatividade desse gigante!

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s