O Guardião Invisível, de Dolores Redondo

capa_o_guardiao_invisivel.indd

[…] O assassino arranca a roupa delas e sobre os cadáveres apareceram pelos não humanos. Um terrível senhor do bosque que assassina em seus domínios. Um basajaun sanguinário.
Dolores Redondo, O Guardião Invisível, pág. 72

Estou um pouco confuso em por onde começar esse texto. Ler O Guardião Invisível, de Dolores Redondo, fez renascer meu interesse pela cultura Hispânica. Eu já havia pesquisado sobre suas músicas, cinema, literatura e arte, mas não imaginava quão rica é a cultura envolvendo mitos/mitologia e lendas urbanas. E, seguindo a tradição dos romancistas de língua espanhola (Miguel de Cervantes, Julio Cortázar, Mario Vargas Llosa, Gabriel García Márquez, Pablo Neruda, Maite Carranza, etc.), Dolores Redondo cria personagens marcantes.

Como já era de se esperar, uma vez que romance policial é meu gênero literário favorito, me apaixonei pelo livro logo na sinopse. Serial Killer, possíveis seres mitológicos, corpos em decomposição, apresentação dos corpos lembrando rituais macabros, equipe de policiais cheia de conflitos internos, detetive feminino, além de muitas outras coisas, compõem essa história intrigante e envolvente. Criar expectativas numa leitura é algo arriscado, mas nesse caso valeu muito. Mas vamos aos “fatos”.

O cenário de boa parte da história é as margens do rio Baztán, onde os corpos são encontrados. Todos eles de garotas adolescentes. Além do corpo nu com marcas de estrangulamento por corda, o ambiente ainda é composto por pelos de diversos animais, vestígios de couro e rastros de “algo não humano”. Esse último detalhe faz referência a um ser mitológico muito popular na Espanha, o Basajaun, ou apenas o “Senhor da Floresta” ou “Senhor Selvagem”. A mitologia (basca e aragonesa) diz que esses seres tinham forma humana, com corpos peludos e cabelos longos que chegavam ao seus pés. E esse é um dos personagens mais incríveis do livro.

Basajaum ou O Senhor do Bosque
Basajaum ou O Senhor do Bosque

Mas voltando à história, ela é protagonizada por Amaia Salazar. Esta é uma das investigadoras mais indicadas para assumir o caso, primeiro pela competência e em seguida por ter morado na região durante alguns anos, o que a faz conhecer boa parte da família das vítimas. E, assim como a própria sinopse já sugere, a protagonista acaba tendo que enfrentar algumas conturbações vividas no passado para que possa solucionar o caso. E, apesar dela se sentir preparada para isso, as coisas não são tão simples quanto ela esperava.

Durante as investigações, a impressa acaba especulando algumas coisas e ligando as mortes ao Basajaun, o que contradiz a mitologia. Essa figura é conhecida por ser um protetor dos rebanhos, sempre ajudando os pastores a cuidar dos bichos em troca de um pouco de pão. Mas Amaia é esperta o suficiente para perceber que apesar das coincidências, existe muita coisa oculta e que precisa vir à tona o mais rápido possível. E, com maestria, ela desvenda esse mistério.

Dolores Redondo
Dolores Redondo

Só comparando O Guardião Invisível com outro suspense espanhol que adorei, Palavras Envenenadas, apesar de temáticas diferentes, percebi que a forma de criar o suspense foi bem parecida. Ambas as histórias acontecem em um curto espaço de tempo – apesar do tempo dos fatos serem grandes, ou seja, apesar dos primeiros crimes terem acontecido a mais de um mês, no primeiro, e o crime do segundo ter anos, o desenrolar dos fatos se passa em poucos dias. O que caracteriza o livro, além de um bom suspense, num thriller.

Dolores Redondo criou uma trama muito bem embasada e firme. Os personagens são cheios de personalidade, mas sem ser pedantes. Amaia Salazar me lembrou a detetive D. D. Warren, dos livros da Lisa Gardner, apesar da diferença de idade. Ambas são decididas e destemidas. Após a leitura tentei refletir um pouco buscando alguma coisa que não tenha me agradado, apenas para compor a categoria dos “pontos negativos”, mas felizmente não encontrei.

O Guardião Invisível é o primeiro livro da Trilogia do Baztán, protagonizado por Amaia Salazar. Eu nunca esperei tanto pela publicação dos novos volumes. Assim, o que mais tenho à dizer é: “Leiam! Leiam!”

Capas pelo mundo de "O Guardião Invisível"
Capas pelo mundo de “O Guardião Invisível”

Sequência de publicação/Cronologia da série:

  • O Guardião Invisível (El Guardián Invisible, 2013);
  • Legado en los Huesos (2013)
  • Ofrenda a la Tormenta (Sem Data)

Postagens relacionadas:

Booktrailer

Ficha Técnica

capa_o_guardiao_invisivel.inddTítulo: O Guardião Invisível
Título Original: El Guardián Invisible
Autor(a): Dolores Redondo
Série: Trilogia do Baztán
Editora: Record
Tradução: Maria Alzira Brum
Edição: 2014 (1ª)
Ano da obra / Copyright: 2013
Páginas: 364
Sinopse: Às margens do rio Baztán é encontrado o corpo de uma adolescente, assassinada em uma cerimônia macabra. No local, há pelos de diversos animais, vestígios de couro e rastros de algo não humano. Ela não foi a primeira vítima nem será a última. A imprensa logo responsabiliza o basajaun pelo crime, uma figura mítica guardiã dos bosques. Agora, Amaia Salazar, a investigadora responsável pelo caso, precisa retornar à sua cidade natal e lidar com fantasmas do passado enquanto busca um assassino em série muito mais aterrador do que pode imaginar.

Onde comprar:
Cultura | Saraiva | Estante Virtual

Anúncios

4 comentários

  1. Olá, José Mailson
    Gostei muito da sua resenha. Não seria um livro que eu escolheria a princípio pela proposta, mas ao saber que é uma escritora espanhola e, como a literatura latina sempre tem uma visão diferente de situações até repetitivas – como são criativos, imprimem o fantastico como uma verdade e inserem o leitor na magia que nventam – fiquei curiosa.
    Bom ainda saber que passou incólume pela sua crítica, então consideremos esta leitura. Gostara de saber mais sobre a autora.

    Fiz uma nova resenha e adorarei saber a sua opinião – A Invenção das Asas:
    As Meninas que Leem Livros

    Curtir

    • Olá Manu.

      Dê uma chance a ele… acredito que não irá se arrepender!
      O mistério é realmente instigante!

      Abraços!

      Curtir

  2. Estou quase no final de O Guardião Invisível e querendo muito saber se já há data para o lançamento do segundo livro da trilogia… não encontrei nenhuma informação no site da Editora Record… ansiosa!!!

    Curtir

    • O livro é realmente muito bom, Regiane.
      Está gostando?
      Quanto ao lançamento dos outros, não tenho nenhuma informação. Sei apenas que também estou ansioso para ler.
      Beijos!!

      Curtir

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s