Tiradas do Tio Sinhô, de Wellington Dias

Tiradas do Tio Sinhô

Escrever sobre um livro de contos/crônicas está sendo um desafio. Na maioria das vezes, eu acabo “abandonando” livros assim. Não que eu não aprecie o gênero, mas as vezes, no intervalo entre uma história e outra acabo iniciando outras leituras e “esquecendo” o livro anterior. Isso é tão evidente que acabei levando quase um mês na leitura de Tiradas do Tio Sinhô, que possui um pouco mais que 100 páginas.

Wellington Dias
Wellington Dias

O atual senador Wellington Dias é graduado em Letras pela Universidade Federal do Piauí, com especialização em Políticas Públicas e Governo, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Influenciado pela sua formação, aos 18 anos, assinando “Wellington Barroso”, ele foi premiado por seu primeiro livro de contos Macambira. Ainda nesse gênero, mas não mais numa antologia, Wellington escreveu outro conto premiado – Maria, Valei-me, em 1984. Neste mesmo ano, ele escreveu ainda duas peças teatrais ‑ Reisados da Minha Terra e Estamos Todos Inocentes.

Após entrar para a política, Wellington Dias deixou para segundo plano sua vontade para a escrita. Mas em 2007, numa tentativa de homenagear seu tio-avô Andrelino José Dias – “Tio Sinhô”, ele decide escrever uma coletânea de ‘causos’ vividos/imaginados por seu ente querido. Na introdução, Wellington fala que a maioria das crônicas foi escrita antes mesmo de sua carreira política. Esse personagem tão sincero, que morreu aos 92 anos, tem uma personalidade antagônica ao famoso “Seu Lunga” (Personagem nordestino conhecido por suas tiradas ácidas). Tio Sinhô também é ácido em boa parte das crônicas, embora sua simplicidade e “tiradas” servissem mais como uma moral da história.

Na adolescência, fiquei sabendo que o cidadão realmente existia, morava numa cidadezinha do sertão do Ceará e gozava da fama de ser o homem mais mal-humorado do planeta.

Neste trecho presente na introdução do livro, Wellington Dias comenta sobre onde conheceu as histórias do Seu Lunga, e de como ele e Tio Sinhô são tão “famosos/respeitados”, porém diferentes. O primeiro por sua intolerância, rispidez e humor ácido (bruto); enquanto o segundo possuía mais tolerância, delicadeza e humor sutil.

Para quem conviveu (mesmo que por algum momento) com o interior nordestino consegue se identificar em boa parte do momento. Mas, embora a proposta do livro seja causar riso, eu pouco ri. Eu penso nos episódios vividos por Tio Sinhô mais como objeto para se extrair uma filosofia de vida, mesmo que houvessem situações cômicas. O personagem é tão sincero que chega a causar certo constrangimento e, ao ver as pessoas (também ‘personagens’ do livro) se divertindo com isso, chega a causar um pouco de vergonha alheia.

Wellington Dias durante sessão de autógrafos no Salipi.
Wellington Dias durante sessão de autógrafos no Salipi.

Mesmo não sendo fã de crônicas, esta foi uma experiência positiva. Isto porque pude conhecer outro lado de um homem conhecido por sua carreira política. E, para quem não esperava nada do livro, até que Wellington foi competente na sua finalidade de entreter. Além disso, agora me sinto motivado a buscar outros cronistas e conhecer mais sobre esse gênero literário.

Postagens relacionadas:

Ficha Técnica

Tiradas do Tio SinhôTítulo: Tiradas do Tio Sinhô
Autor(a): Wellington Dias
Editora: Oficina da Palavra
Edição: 2007 (1ª)
Ano da obra / Copyright: 2007
Páginas: 114
Sinopse: “Tiradas do Tio Sinhô” é uma antologia de historietas engraçadas e de filosofia sertaneja, tendo como personagem principal um certo Andrelino José Dias, tio-avô, do autor.

Onde comprar:
Edição indisponível para venda ou download gratuito.

Anúncios

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s