Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (Fortaleza, CE)

Logo Dragão do Mar

Olá, pessoal!
Mês de férias é sempre o mais aguardado por todos. Assim, nos preparamos o ano inteiro para as atividades que iremos executar nesse período: ler, assistir filmes e séries, descansar, viajar… Infelizmente é pouco tempo para tanta coisa, mas sempre damos um jeitinho de fazer um pouco de cada coisa, e é por isso que estou aqui hoje, decidi compartilhar um pouco de um desses meus momentos: Passeio pelo Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, em Fortaleza-CE.

Ainda não conhecia Fortaleza, assim decidi que iria passar a virada de ano na praia. Aproveitando o fim de semana prolongado, decidi agir como um turista diferente e fugi das prais, dando preferência a pontos culturais e que de certa forma respiram arte. Até pretendia apresentar outros, mas nenhum deles é tão completo quanto o Dragão do Mar.

Mas daí vem a curiosidade que me ocorreu: Porque ‘Dragão do Mar’? Para sanar essa curiosidade que pode ser de muitos, além de servir como forma de contextualizar, Francisco José do Nascimento (1839-1914), vulgo Dragão do Mar ou Chico da Matilde, foi o líder dos jangadeiros nas lutas abolicionistas, que nasceu em Canoa Quebrada, Aracati.

Escultura [Dragão do Mar] de Murilo Sá Toledo – Foto: Davi Pinheiro
Escultura [Dragão do Mar] de Murilo Sá Toledo – Foto: Davi Pinheiro

Respirar um pouco dessa história, bem como me apropriar de tanto conhecimento e cultura foi revigorante. Fiquei tão feliz em perceber que, apesar do mundo capitalista em que vivemos, existem espaços criados exclusivamente para o encontro das pessoas, ao fomento e à difusão da arte e da cultura, e tudo isso com a maior parte de sua programação com acesso gratuito ou com preços simbólicos.

Dentre os espaços disponíveis estão: o Museu da Cultura Cearense, o Museu de Arte Contemporânea, o Teatro Dragão do Mar, as salas de cinema do Cinema do Dragão – Fundação Joaquim Nabuco, o Anfiteatro Sérgio Mota, um Auditório e o Planetário Rubens de Azevedo.

Imagem panorâmica do Dragão do Mar
Imagem panorâmica do Dragão do Mar

São tantos espaços para conhecer e discutir e vivenciar que não conseguiria expressar tudo que senti apenas num texto. Não é desmerecendo os demais pontos turísticos de Fortaleza-CE [leia “praias”], mas visitar a cidade e não conhecer o Dragão do Mar é o mesmo que dizer que não foi.

Conheça um pouco mais sobre o Centro, bem como suas programações AQUI.

Outras Fotos no Instagram:

Visão da Praça Verde, no Dragão do Mar.

A post shared by José Mailson (@jmailson) on

Praça Verde

Exposição "Vaqueiros".

A post shared by José Mailson (@jmailson) on

Exposição Permanente “Vaqueiros”

Mais uma interação entre público e arte.

A post shared by José Mailson (@jmailson) on

Exposição inspirada em “O Quinze”, de Rachel de Queiroz

Visita ao Planetário, no Dragão do Mar.

A post shared by José Mailson (@jmailson) on

Visita ao Planetário

♥♡♥

A post shared by José Mailson (@jmailson) on

Espaço para que o público construísse a obra

Interagindo com a obra de arte. *-* Melhor forma de se expressar: Abraço!

A post shared by José Mailson (@jmailson) on

Painel lembrando a importância do Abraço

Anúncios

2 comentários

  1. Adoro esse espaço, sempre quando posso vou com minha família ao Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. É uma pena que aparelho como este, esteja apenas em um só luga, sendo Fortaleza uma cidade imensa.

    Curtir

    • Concordo, Romão!

      Esse tipo de espaço tem uma importância social tão grande que adoraria se existisse um “Dragão” em cada capital, no mínimo!

      🙂

      Curtir

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s