| Resenha | Castelo de Areia, de Menalton Braff


Castelo de Areia (detalhe)

Difícil entender que certas amizades sejam excludentes. Mas parece que é assim. Ninguém pode ser meu amigo se for amigo de meu inimigo.
Menalton Braff, Castelo de Areia, pág. 36.

Os livros infantojuvenis e young-adults que abordam temas afins à diversidade de gênero e à sexualidade são cada vez mais comuns. Muitas editoras tem apostado nesse segmento, se é que possamos chamar de segmento. Mas não é difícil encontrar pelas livrarias títulos como Dois Garotos se Beijando ou Garoto encontra Garoto, de David Levithan, One Man Guy, de Michael Barakiva, Aristóteles e Dante Descobrem o Segredo do Universo, de Benjamin Alire Sáenz, entre outros. Bom, a temática já está chegando às livrarias e é constantemente discutida na blogosfera, mas e nas escolas, em que pé está essa abordagem?

Foi justamente por propor essa discussão inerente à fase do amadurecimento e descobertas, que resolvi ler Castelo de Areia, de Menalton Braff. O livro é um paradidático infantojuvenil lançado como parte da coleção Veredas, da editora Moderna, com recomendação para leitores do 8° e 9° do Ensino Fundamental. Sabendo disso, minha leitura e avaliação da obra foram pautadas nesse contexto, e devo dizer que o livro cumpre o que propõe. É informativo, sem ser pedante. É poético, sem fugir da realidade.

O livro começa com o adolescente Ricardo se mudando com sua família para uma cidade no interior. O pai dele é gerente de banco e a família já está acostumada com as transferências. Assim, mais uma vez Ricardo precisa enfrentar o primeiro dia de aula em uma escola nova onde não conhece ninguém. É então que ele conhece Arnaldo, um colega de sua turma do primeiro ano do ensino médio, que se mostra bem receptivo e prestativo. Ambos desenvolvem uma forte amizade e então acompanhamos os dois em vários passeios pela cidade, estudos em grupo, brincadeiras e tudo mais comum à vida de um adolescente que vive no interior.

Menalton Braff
Menalton Braff

À medida que acompanhamos o desenrolar da trama, o autor vai nos mostrando os dramas característicos dessa fase, com um acréscimo: a homossexualidade. Ricardo aos poucos percebe que está apaixonado por Arnaldo que, apesar de muito atencioso e carinhoso com o amigo, nutre um sentimento pela amiga Dolores. E surge então uma espécie de triângulo amoroso, através do qual o autor tece uma trama que discute com os alunos-leitores temas comuns ao dia a dia deles, desde o primeiro amor até à rebeldia injustificada. Contudo, o principal ponto tocado por Menalton é a aceitação das diferenças. Nesse aspecto, um dos garotos narra:

A verdade é que todos nós somos diferentes uns dos outros. Se a gente começa a observar, vai descobrir que a figura e o comportamento de cada um têm suas peculiaridades. Ninguém é clone de ninguém. (Pág. 15)

A narrativa se alterna entre os capítulos, ora na voz de Ricardo, ora na de Arnaldo. E aqui o autor usa um artifício muito interessante para nos aproximar dos sentimentos das personagens. Enquanto Ricardo vai passando pelo turbilhão de emoções e descobrindo a si mesmo, sua narrativa o acompanha e se torna também confusa. Ponto para o autor. Outra sensação que tive é que já vi esse enredo em algum lugar, e não me surpreende, talvez conheça alguém que tenha passado por isso. O triângulo amoroso vivido pelos adolescentes me lembrou muito também do enredo do filme Hoje Eu Quero Voltar Sozinho, que por sinal é indicado no material de apoio que acompanha o livro. Outras sugestões de filmes do encarte são o longa francês Tomboy e o curta nacional Quito.

Dica de filme: Hoje eu Quero Voltar Sozinho (2014)
Dica de filme: Hoje eu Quero Voltar Sozinho (2014)

Como dito, Castelo de Areia é uma novela direcionada a um público adolescente e tem como principal objetivo levar para as salas de aula discussões a respeito da homossexualidade e suas implicações na fase da adolescência. Nesse contexto, o livro cumpre bem o seu papel, mas não se restringe a isso. Em tempos como agora, quando o tema é exposto cosmopolitamente com opiniões e posicionamentos tão diversos, o livro se soma ao rol de obras que abordam o tema de forma positiva e conscientizadora. Vale conferir.

Nota: 💚💚💚💛💛

Ficha Técnica

 

Castelo de AreiaTítulo: Castelo de Areia
Autor(a): Menalton Braff
Editora: Moderna
Edição: 2015 (1ª)
Ano da obra / Copyright: 2015
Páginas: 104
Skoob: Adicione
Extra: Material para professores
Compare e compre: Buscapé | Amazon

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s