| Resenha | 77 Páginas para Morrer, de Marcelo Almeida

77 Páginas para Morrer (Banner)

Como grande fã da literatura policial, é muito difícil resistir a um título desse gênero. E foi por isso que peguei esse livro de Marcelo Almeida para ler. Até então não conhecia o trabalho do autor, que inclusive já possui outro títulos como Os Ladrões do Brás Clube das Carências Afetivas. O que me despertou a curiosidade, a princípio, foi a sinopse que anuncia um detetive nada sagaz investigando o assassinato de duas pessoas e que para desvendar o mistério requer a colaboração do leitor. Outra sacada do autor para fisgar o leitor é a promessa de mais um assassinato até a página 77. 💥🔫

O que posso dizer, logo de início, é que 77 Páginas para Morrer é um daqueles livros interativos que instiga o leitor a interagir de forma multimídia. Tendo lido já muita coisa nesse gênero e experimentado algumas leituras nesses moldes (em que o leitor é também personagem), devo dizer que o livro não funcionou muito bem para mim. No entanto, não deixa de ser uma boa experiência para um público mais jovem que quer conhecer um pouco mais da literatura policial. Isso porque Marcelo Almeida logra êxito ao utilizar os moldes clássicos dos romances de mistério de uma forma bem humorada e que envolve o leitor que está começando.

Na trama, passamos a acompanhar o detetive JK. Como estava desempregado, JK resolve fazer um curso de investigação à distância. Alguém aí lembra daqueles cursos por correspondência do Instituto Universal Brasileiro? Então, rs! De imediato já percebemos um viés satírico na narrativa do autor. O fator decisivo que fez JK virar detetive foi o fato de ele ter atropelado uma vaca na Avenida Paulista, após um dia estressante de trabalho num call center. Depois de se tornar detetive, ele se associa à cartomante Madame Tussaud e juntos criam A Ratoeira, um escritório particular de investigação.

Até aí tudo bem. O diferencial começa quando o personagem chama o Leitor para a caçada. Sim, o leitor passa a ser um personagem e tratado como tal. O Leitor acompanha JK em suas investigações e recebe suas próprias missões que requerem o uso de um celular ou um computador com internet (certifique de ter um ou outro à mão na hora da leitura). E aqui há algo que me incomodou um pouco: os diálogos de JK com o Leitor, cujo feedback é individual e confere à narrativa uma retórica silenciosa. Mas isso não é um ponto negativo do livro. No geral, narrativas em segunda pessoa e com perguntas constantes ao leitor não funcionam muito bem comigo.

77 Páginas para Morrer (Instagram)

O ponto mais interessante é como o autor mistura diversos gêneros narrativos e mescla os vários elementos do romance policial. O texto narrativo é intercalado por uma parte em quadrinhos e complementada por uma narração em áudio (que requer acesso à internet). Além dessa hipertextualidade, em alguns momentos são dadas pistas através de imagens que podem ser acessadas através de um aplicativo de celular que lê QR CODE (se nunca usou, tente baixar um e fotografe o código abaixo para testar e saber mais sobre o livro). Todos esses recursos nos mantêm atentos e é possível concluir a leitura de uma assentada.

77 Páginas para Morrer (Página do livro)Para deixar as coisas ainda mais interessantes, o romance traça um paralelo com a obra Dom Casmurro, de Machado de Assis. Ponto positivo para o autor, que não a insere no texto de forma gratuita. A obra machadiana é não só uma pista para desvendar o mistério como recebe uma releitura por parte de Marcelo Almeida, e funciona muito bem. A edição da nVersos é bem cuidada e confortável de ler. Ademais, a editora merece atenção por apostar em nomes da nossa literatura contemporânea, alguns ainda pouco conhecidos por aqui. Se você busca uma leitura rápida e interativa, essa pode ser um boa pedida.

Nota: 💚💚💚💛💛

Book Trailer

Ficha Técnica

77 Páginas para MorrerTítulo: 77 Páginas para Morrer
Autor(a): Marcelo Almeida
Editora: nVersos
Edição: 2015 (1ª)
Ano da obra / Copyright: 2015
Páginas: 128
Skoob: Adicione
Compare e compre: Buscapé | Amazon

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s