| Resenha | Yakuba, de Thierry Dedieu

Yakuba (detalhe)

Yakuba depara-se com o olhar do leão. Um olhar tão profundo que é possível ler em suas retinas.
Thierry Dedieu, Yakuba, p. 22.

Com exceção de O Pequeno Príncipe e de alguns contos de fadas, eu conheço muito pouco da literatura juvenil francesa. Até conheço alguns quadrinhos muito bons, mas não é a mesma coisa. A literatura infantil, infantojuvenil e juvenil tem suas particularidades. E é isso que me encanta. Já contei aqui em outro momento, como se deu minha imersão no mundo da leitura. Basicamente, eu comecei a ler com aqueles livrões ilustrados que traziam não mais do que um parágrafo ou até mesmo só uma frase por página. E aquilo me fascinava, eu adorava olhar as ilustrações, tentar relacioná-las com o que estava escrito. Digo isso, porque é algo que me marcou muito, então até hoje eu tenho uma relação especial com esse tipo de livro. Yakuba, do francês Thierry Dedieu, é um desses livros grandões com ilustrações incríveis.

Esse álbum de Dedieu conta a história de um garoto de uma tribo africana que está prestes a ser submetido ao teste que o tornará um guerreiro. O jovem Yakuba, assim como seus amigos da mesma idade, passará pelo teste, enquanto sua aldeia comemora esse dia sagrado com muita música e comida numa grande festa. No entanto, o teste não é uma tarefa fácil. Ele precisa enfrentar e matar um leão. Durante sua missão pela savana, Yakuba precisa ficar atento aos perigos e às agruras da vida selvagem.

ob_bb80d9_yakoub02

Todavia, seu encontro com o rei da selva não se dá como ele esperava. Ao se encontrar com o leão, Yakuba nota que o animal está cansado e ferido. O leão possui um olhar penetrante capaz de expressar claramente sua situação. A situação coloca o jovem diante de um impasse. O leão não está em condições de lutar, o que tornaria sua tarefa algo muito fácil, mas é justamente isso que faz Yakuba hesitar. Ou ele mata o leão e volta pra casa como um guerreiro aos olhos dos mais velhos de sua aldeia, ou ele poupa a vida do leão e volta como um homem a seus próprios olhos, mas como um covarde para os demais.

O livro tem apenas quarenta páginas, e o texto inteiro caberia em uma única, mas o trabalho e a sensibilidade de Dedieu são ímpares. Em poucas linhas, o autor consegue nos colocar num dilema profundo, nos incita a uma reflexão sobre caráter e mérito. A mensagem é direta, profunda e bela. Precisamos encarar os nossos próprios desafios e tomar nossas próprias decisões, mas ainda mais importante: precisamos ser o que somos, sem se importar com o que os outros vão pensar ou como olharão para nós. Yakuba toma sua decisão e precisa lidar com as consequências dela, o que é ainda mais difícil do que o próprio desafio ao qual foi submetido, mas muitas das nossas decisões são perenes. Muitas vezes fazemos escolhas que nos acompanharão pela vida inteira, e muitas vezes os resultados das decisões são imediatos. É preciso, acima de tudo, saber esperar.

pl11

O traço de Dedieu é simples, porém forte e marcante. Como já disse, as ilustrações se encaixam perfeitamente na narrativa, criando um efeito muito bacana. Yakuba é uma história com um ar bem triste, mas ao mesmo tempo muito bonito. Daqueles livros que trazem uma lição e que nos fazem pensar sobre a vida. A única coisa que me incomodou de certa forma foi o tamanho do livro. Tá certo que muitos livros infantis são grandes e isso é algo bem bacana, especialmente com livros ilustrados, mas no caso de Yakuba o tamanho (23 x 33 cm) beira o exagero. É enorme, destoa de tudo em qualquer estante e pode não ser tão fácil de manusear. Mas isso é detalhe, o importante é a história e essa vale a pena.

Nota: 💚💚💚💚💛

Ficha Técnica

81yovdov-xl
Clique para ampliar

Título: Yakuba
Título Original: Yakouba
Autor(a): Thierry Dedieu
Ilustrações: Thierry Dedieu
Tradução: André Telles
Editora: Galera Record
Edição: 2016 (1ª)
Ano da obra / Copyright: 1994
Páginas: 40
Skoob: Adicione
Compare e compre: Buscapé | Amazon

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s